Resenha: O Sol também é uma estrela - Nicola Yoon

segunda-feira, julho 31, 2017

Eu já havia me apaixonado pela escrita da Nicola Yoon em Tudo e Todas as Coisas, então, quando vi o lançamento desse livro já desejei na mesma hora. 

Em O Sol também é uma estrela, conhecemos Natasha e Daniel. Natasha é jamaicana, mas vive ilegalmente em Nova York e está prestes a ser deportada para seu país de origem, do qual ela nem se lembra como é. Desde os 8 anos ela vive nos EUA e não se imagina tendo que se mudar. Já Daniel nasceu nos EUA, mas seus pais são coreanos, e acaba de ser eleito o melhor filho, já que seu irmão mais velho, que sempre fora considerado perfeito, foi expulso de Harvard.

Desesperada por uma chance de continuar morando em Nova York, Natasha recorre ao serviço de Imigração para reavaliar seu caso. E Daniel realiza o sonho da família em realizar uma entrevista para entrar na Yale e cursar medicina. Ela é racional e pé no chão. Ele acredita em destino e é sonhador. 

"Sou realista. É melhor ver a vida como ela é e não como a gente quer que seja."


Dois personagens, tão opostos um do outro, acabam se cruzando na rua e passando um dia juntos. Com o passar da história o leitor conhece um pouco mais dos dois, de suas famílias, de seus cotidianos. 

É esse o ponto principal da história, o encontro dos extremos, do racional com o emocional. Apesar do romance juvenil, a autora vai muito além e aborda diversas questões do cotidiano, assim como diferenças culturais, imigração e o conflito familiar.

É muito gostoso acompanhar os pontos de vista tão diferentes dos dois personagens e o modo como eles vão se conhecendo e aprendendo a lidar com a diferença, tanto cultural, racial ou quanto no modo de pensar.

"Os seres humanos não são criaturas razoáveis. Em vez de governados pela lógica, somos governados pelas emoções. O mundo seria um lugar mais feliz se o oposto fosse verdade."


A narrativa da Yoon é incrível, o que nos faz querer ler o livro em apenas uma tarde. Você consegue se envolver com os personagens e torcer para os dois conseguirem realizar seus sonhos, suas vontades. Acompanhamos a história em primeira pessoa, narradas tanto por Daniel, quanto por Natasha, mas também há capítulos em terceira pessoa com outros personagens que nos ajudam a entender ainda mais a história. 

"Quando nossos olhos se encontram, sinto uma espécie de déjà vu, mas, em vez de parecer que estou repetindo alguma coisa do passado, parece que experimento algo que vai acontecer no futuro."


Gostei muito de como a autora tratou desses temas. Não é só romance. Temos preconceito, cultura, sonhos, imigração, problemas com família, novas experiencias... Tudo isso flui muito bem e é interlaçado com um romance leve e delicado. O final foi romântico, mas não deixa de ser realista. Achei um livro muito bem equilibrado e que trata de uma história muito bonita. Nem preciso dizer que a Nicola acertou novamente, né? 

Além de tudo: o que é essa capa maravilhosa? Se eu fiquei encantada com a história, imagina com a capa! 


Livro: O Sol Também É Uma Estrela
Autora: Nicola Yoon
Editora: Arqueiro
Páginas: 288
★★★★★

*Exemplar cedido pela editora para resenha. 

Leia esses também

1 comentários

Seguidores